Atividades

sexta-feira, 15 de novembro de 2019

Aquela nuvem e outras

Os poemas "Gato", "Adivinha" e "Canção da Carochinha" de Eugénio de Andrade serviram de base a um trabalho que foi implementado com as turmas de 1.º ano.
Identificação de ditongos e palavras, memorização e dramatização foram alguns dos exercícios aplicados com vista ao desenvolvimento da competência leitora dos alunos.





Todas as crianças têm direito a uma família

Este ano, à semelhança dos anos letivos anteriores, o nosso Agrupamento, no dia 20 de novembro, vai desenvolver uma iniciativa de solidariedade.

Neste sentido, em todas as salas do Jardim de Infância e EB1 de Gião e Póvoa as crianças, os alunos, as famílias, os docentes e assistentes operacionais irão dedicar uma parte substancial do seu tempo a refletirem sobre o princípio 6.º da DECLARAÇÃO DOS DIREITOS DA CRIANÇA, proclamada pela Resolução da Assembleia Geral das Nações Unidas n.º 1386 (XIV), de 20 de novembro de 1959: "A criança precisa de amor e compreensão para o pleno e harmonioso desenvolvimento da sua personalidade. Na medida do possível, deverá crescer com os cuidados e sob a responsabilidade dos seus pais e, em qualquer caso, num ambiente de afecto e segurança moral e material; salvo em circunstâncias excepcionais, a criança de tenra idade não deve ser separada da sua mãe. A sociedade e as autoridades públicas têm o dever de cuidar especialmente das crianças sem família e das que careçam de meios de subsistência. Para a manutenção dos filhos de famílias numerosas é conveniente a atribuição de subsídios estatais ou outra assistência".
Para a abordagem desta temática irá ser utilizado o livro "A casa dos afetos", de Elisabete Marques Baptista,  que nos apresenta Luzia, uma menina franzina que não tinha nem pai nem mãe.
O nosso Agrupamento irá, em simultâneo, levar a cabo um peditório de bens não perecíveis e de higiene (pessoal e do lar) que reverterão a favor da instituição Rosto Solidário, de Santa Maria da Feira.
https://www.rostosolidario.pt/pt/



quinta-feira, 14 de novembro de 2019

Bookmark Exchange Project

À semelhança dos anos letivos anteriores, o nosso Agrupamento abraçou a proposta da IFLA e envolveu os nossos alunos para a troca de marcadores de livro com países espalhados pelo mundo.
É uma excelente forma de promovermos a cidadania global.
Aqui ficam alguns registos dessa troca tão frutuosa.

Enviados da Índia para o JI Póvoa


Enviados do JI da Póvoa para a Índia


Enviados da EB1 de Gião (1.º ano) para a Eslovénia


Enviados pelos alunos do 5.º ano para a Índia




Enviados da Índia para os alunos de 5.º ano


Enviados pelos alunos do 8.º ano para a Croácia







terça-feira, 12 de novembro de 2019

Robertices

Hoje foi dia de robertos e robertices com os alunos do 3.º ano!

Foi dia de "freguês caloteiro"
O que queria barba, sem dinheiro!


Houve brava pancada da robertaria,
Mas nada de sustos.
ninguém parte cabeças,
nem causa arrelia.


quarta-feira, 6 de novembro de 2019

Sophia de Mello Breyner, na primeira pessoa

UM SÉCULO DE SOPHIA DE MELLO BREYNER

É sempre a voz de Sophia a conduzir-nos por memórias e histórias de uma vida que se confunde com a poesia. Porque toda a sua existência ficou subordinada a essa estética límpida, verdadeira e sagrada, território de intimidade e espaço de liberdade. Como uma música de fundo, presente em todas as facetas e em todos os lugares. Começou em menina a recitar a Nau Catrineta e nunca mais os poemas a largaram. Neste filme produzido para o centenário do seu nascimento, temos nas suas palavras o retrato mais justo e simples daquela que é a poeta maior.

Recorrendo ao espólio pessoal da autora, a imagens atuais de locais onde viveu ou que lhe foram queridos e a imagens de arquivo de televisão e cinema e, ainda, utilizando partes da sua prosa e da sua poesia, sempre com testemunhos na primeira pessoa, do Porto a Lisboa, da Granja a Lagos, do mar Atlântico ao Mediterrâneo, da Grécia ao 25 de Abril, as paixões e deceções de uma vida e obra dedicadas à busca pelo real, pela liberdade e pela justiça.


Ou isto ou aquilo

Cecília Meireles é uma escritora brasileira extraordinária que tem a antologia poética "Ou isto ou aquilo" que faz as delícias dos graúdos e dos mais pequenos.
Esta obra das metas curriculares do 2.º ano foi trabalhada de uma forma especial com os alunos desta faixa etária. A professora bibliotecária partilhou com os alunos vários poemas da poetisa que estão musicados. Desta forma, ao som de harmoniosas e ritmadas melodias, os alunos foram descobrindo novas palavras, ritmos e desenvolvendo as suas competências de leitura.
Foi também um excelente exercício de memorização, pois, os alunos saíram da biblioteca entoando vários poemas!





terça-feira, 5 de novembro de 2019

Teatro às três pancadas

Com os alunos de 4.º ano, durante esta semana, viajámos num barco pirata, conhecemos um rei que tinha um tesouro esquisito composto de espinhas de carapau e escamas de bacalhau!
"Às três pancadas", a professora bibliotecária fez a apresentação da peça de teatro "Serafim e Malacueco na corte do Rei Escama"! Sim, porque em literatura, o texto dramático ocupa um lugar importante!





segunda-feira, 4 de novembro de 2019

sexta-feira, 1 de novembro de 2019

Roteiro + Metas Curriculares + PNL

E assim se trabalham as Metas Curriculares e o PNL...colocando em prática o “Roteiro para o uso da Biblioteca Escolar”
3 em 1!




PNL  Os Primos e a Bruxa Cartuxa





METAS CURRICULARES 
A menina feia *in poemas da Mentira e da Verdade





METAS CURRICULARES 
O elefante cor de rosa









quinta-feira, 31 de outubro de 2019

Adivinha Lá (resultados) - Outubro


O imaginário dos contos de Grimm

Os contos maravilhosos dos irmãos Grimm pululam o imaginário infantil (de outrora e de hoje) e integram as Metas Curriculares de Português de 6.º ano, sendo parte integrante do currículo.
Neste sentido, hoje, a professora bibliotecária, em articulação com as docentes de Português, implementou uma atividade com a duração de 60 minutos onde se exploraram os contos "Jorinda e Joringuel" e "Hansel e Gretel". 
As histórias selecionadas pela professora bibliotecária tiveram um mote comum: BRUXAS! O intuito não foi assustar os alunos, mas explicar-lhes que estas simbolizam os obstáculos/problemas que podem surgir no nosso caminho/na nossa vida e, tal como personagens dos contos maravilhosos, não nos devemos intimidar com elas (eles), devemos enfrentá-las (los) com argúcia e astúcia.
Para além da exploração do simbolismo destes contos, foi possível alargar as competências de leitura dos alunos.
Refira-se que esta atividade permitiu, também,  uma articulação com a disciplina de Inglês que, assinalou o Dia de Halloween.


quarta-feira, 30 de outubro de 2019

Uma corrida de vassouras

O Halloween é uma festividade muito do agrado das crianças que, paulatinamente, está a entrar nas salas de aula e é celebrada pela sociedade em geral. 
Nesse sentido, a professora bibliotecária, com recurso à obra "Uma corrida de vassouras", de Nicha Alvim fez uma animação de leitura para o Pré-escolar e 1.º ano, onde se sensibilizou os mais pequenos para valores como a amizade, a partilha, o perdão e se alargou os conhecimentos destes sobre locais da cidade de Lisboa, onde decorre a ação da história.
Refira-se que estas atividades têm subjacente o pressuposto de que as histórias (ouvir contar/ler histórias) desenvolvem o vocabulário, promovem a literacia emergente nas crianças em idade pré-escolar e no 1.º ano (que estão num processo de descoberta e aquisição da leitura e da escrita). 
Na parte final da atividade, fez-se uma corrida de vassouras e, através da técnica do origami, fez-se uma bruxa e um gato!















terça-feira, 29 de outubro de 2019

O imaginário das fábulas

As Metas Curriculares de Português de 5.º ano apresentam as fábulas de Esopo e de La Fontaine como parte integrante do currículo. Neste sentido, a professora bibliotecária, em articulação com a docente de Português, implementou uma atividade com a duração de 60 minutos onde se exploraram as fábulas "A cigarra e a formiga", "O cordeiro e o lobo" e "A galinha dos ovos de ouro".
Com recurso a imagens, canções e objetos, os alunos fizeram exercícios de escuta ativa, reconto oral, alargamento de vocabulário e sinonímia. 
Refira-se que estas atividades pretendem que a ida à Biblioteca seja um momento de prazer e diversão, mas que, simultaneamente, contribuam para o alargamento cultural,  para o desenvolvimento da literacia dos alunos e para a  melhoria dos seus resultados escolares. 
Iniciou-se a atividade com "10 Minutos a Ler"!