Atividades

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Receção aos alunos e enacarregados de educação

Hoje, o nosso agrupamento deu as boas vindas a todos os alunos do 1.º e 5.º anos de escolaridade. Foram várias as atividades preparadas e a biblioteca associou-se a esta iniciativa dos diretores de turma e dos professores titulares. Por conseguinte, foi dinamizada, pela professora bibliotecária e docentes da equipa da biblioteca, nas diferentes  bibliotecas do agrupamento, a Hora do Conto.
"A cegonha e a tartaruga" (conto das autoras Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada) foi o escolhido.
Uma história que nos apresenta os encantos e os ensinamentos que a leitura nos pode proporcionar.
Nada melhor para uma receção!
Aqui fica um excerto para vos abrir o apetite!


– Vou partir para as terras quentes do sul – declarou a cegonha com visível orgulho. – Desde que anunciaram tempos difíceis, não penso noutra coisa.
– Quem é que anunciou tempos difíceis? – perguntou a tartaruga num bocejo.
– O boletim meteorológico. Falaram de vento, chuva, frio, enfim só coisas desagradáveis. Eu, sempre que posso, fujo do que me aborrece.
– Foges?
– Bom, é uma força de expressão. Sabes que aproveito todos os pretextos para uma viagenzinha.
Certa de que despertaria inveja, a cegonha pôs-se a descrever as delícias que desfrutava nas suas deslocações:
– Oh! Levantar voo, bater asas, lançar-me à aventura! Hoje uma terra, amanhã outra… tu sabes lá o que a gente encontra por esse mundo fora. Há cada animal!
– Imagino – respondeu a tartaruga.
– Não imaginas, não. Ora diz-me, consegues fazer passar pela tua cabeça uma manada de bichos que parecem pacíficos e de trato fácil, mas que afinal são indomáveis e nunca nada nem ninguém conseguiu domesticar?
– São zebras.
um pouco desconsolada, a cegonha insistiu:
– E um mastronço de pele dura como a sola, míope, neurótico e com um corno só?
– Nada mais fácil. É o rinoceronte.

(...)

No final da atividade, foi oferecido a todos os alunos um desdobrável com o conto "A manta de histórias" para leitura partilhada em família.