Atividades

quarta-feira, 20 de novembro de 2019

Toda a criança tem direito a uma família


Este ano, à semelhança dos anos letivos anteriores, o nosso Agrupamento, no dia 20 de novembro, desenvolveu uma iniciativa de solidariedade.

Neste sentido, em todas as salas do Jardim de Infância e EB1 de Gião e Póvoa as crianças, os alunos, as famílias, os docentes e assistentes operacionais dedicaram uma parte substancial do seu tempo a refletirem sobre o princípio 6.º da Declaração dos Direitos da Criança, proclamada pela Resolução da Assembleia Geral das Nações Unidas n.º 1386 (XIV), de 20 de novembro de 1959: "A criança precisa de amor e compreensão para o pleno e harmonioso desenvolvimento da sua personalidade. (…) A sociedade e as autoridades públicas têm o dever de cuidar especialmente das crianças sem família e das que careçam de meios de subsistência.".
Para a abordagem desta temática foi utilizado o livro "A casa dos afetos",de Elisabete Marques Baptista,  que nos apresenta Luzia, uma menina franzina que não tinha nem pai nem mãe e que descobriu uma casa de afetos, onde foi adotada. Esta história profunda, mas escrita de uma forma simples, converteu-se num momento mágico, graças ao contributo da professora Susana Sá que se prontificou a fazer uma magnífica casa que despertou a admiração e curiosidade de todos.
O nosso Agrupamento, em simultâneo, levou a cabo um peditório de bens não perecíveis e de higiene (pessoal e do lar) que reverteram a favor da instituição Rosto Solidário, de Santa Maria da Feira.




















Sem comentários:

Enviar um comentário